Luiz de Carvalho Pádua

 

Textos


O tormento da separação

Poema da saudade

Eu sou assim

Amor, fonte da vida

O homem constrói e destrói

enfrentar o medo cara a cara

Até breve amor

A versatilidade do amor

A língua

Amar é o tempo todo

Ofensa

O Criminoso

Psicopatia

Culpados e inocentes

O Sociopata

SÁBIO

Tempo Aliado

A VIDA É AGORA

A TERRA DOS DEUSES

CRÔNICA DE UM FUNERAL

2